Conexão Caiçara

Captura de tela 2015-05-17 às 18.26.13.png

A Fábrica de Cinema, em parceria com o IPECA ( http://permaculturacaicara.org/ ), está trabalhando na organização de um acervo audiovisual dos caiçaras da Reserva da Juatinga, desde 2012.

Um pouco desse tesouro pode ser conferido e conhecido no vídeo da campanha do Fórum de Comunidades Tradicionais:

Esse trabalho faz parte da primeira etapa de produção audiovisual do projeto Tráfico de Cultura, e suas conexões.

No ano de 2011, o depoimento filmado com o mestre caiçara Ezequiel de Oliveira, já editado, foi apresentando e exibido para Ticote no Pouso da Cajaíba. Desde então, o compartilhamento de saberes, histórias e lutas, tem se construído por meio audiovisual

Captura de tela 2015-05-17 às 18.26.47.png

A cada ano, novas situações e experiências são gravadas no Rio de Janeiro, onde estamos desenvolvendo um trabalho mais próximo ao Instituto de Permacultura Caiçara, o IPECA, fundado por Ticote.

De um lado, a Associação Cultural Fábrica de Cinema constroi um acervo audiovisual para realização de seus objetivos fílmicos e de difusão/tráfico cultural e, de outro, o IPECA estuda como transformar esse material num acervo público, que reúna o bruto das filmagens e que não entrarão nos cortes de documentários realizados pela Fábrica de Cinema.

Sobre as Conexões:

A proposta de projeto de “conectar culturas” propõe um “vai-e-vem” entre regiões que, com o tempo e a pesquisa, acabam por construir as linhas temáticas dos filmes que montamos.

Nesse sentido, vale dizer que, mesmo tendo sido o Vale do Ribeira o ponto de partida que fez surgir o Projeto Tráfico de Cultura, foi somente ao desembarcarmos na Reserva da Juatinga que o projeto ganhou força e se estruturou filmicamente. Por isso, há em nosso cronograma de viagens a campo, a proposta de retorno ao Vale do Ribeira, ainda nessa primeira etapa de Conexões, para realização de filmagens com mais qualidade técnica e estética dos personagens que deram origem ao projeto. E a Ilha do Cardoso e Ezequiel de Oliveira são, certamente, cenário e personagem roteirizados nessa empreitada.

 

O retorno à Ilha do Cardoso será o de apresentação dos conteúdos temáticos gerados com a exibição do vídeo-depoimento de Ezequiel de Oliveira às personagens da Reserva da Juatinga, e dos desdobramentos fílmicos que tivemos a partir dessa conexão audiovisual.

Feito isso, organizaremos os próximos passos do projeto para dar continuidade ao “inventário audiovisual” das regiões visitadas.

 

Fica aqui o convite para que nos acompanhem nessas viagens audiovisuais e a dica para que conheçam as regiões que estudamos entrando em contato direto com os moradores dos locais:

http://comunidadedopousodacajaiba.blogspot.com.br/

http://pousadailhadocardoso.com.br/phpsite/site/page.php?key=1

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s